Brasil Price
Rua Sadoc Corrêa, 487, Centro, Araguaína-TO

(63) 3411-1796
relacionamento@brasilprice.com.br

Setor de serviços é contra a unificação de PIS/Cofins

Eles conseguiram barrar a unificação durante o governo Dilma Rousseff e Michel Temer

O governo tem a intenção de enviar ao Congresso um projeto de lei com a unificação dos dois tributos
Representantes do setor de serviços, que responde por dois terços do PIB e 75% dos empregos no país, querem barrar a unificação do PIS/Cofins. Eles esperam que as alíquotas sejam diferenciadas e com baixo impacto durante a mudança da carga tributária.
O governo tem a intenção de enviar ao Congresso um projeto de lei com a unificação dos dois tributos num Imposto sobre Valor Agregado (IVA) dual. A equipe econômica também tem a intenção de deixar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) fora do IVA, como um tributo que só incida em apenas alguns produtos.
Representantes das entidades do setor de serviços conversaram com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e avisaram que não têm recebido a atenção dos formuladores da reforma.
Maia não se mostrou satisfeito com a ideia do governo de começar a reforma com o PIS/Cofins. Ele explicou que uma reforma tão ampla não precisa por esses dois tributos.
As entidades marcaram uma reunião em São Paulo para definir estratégias e posicionamentos conjuntos sobre a reforma do PIS/Cofins e a reforma tributária na Câmara.
O Governo Dilma Rousseff e Michel Temer tentaram unificar PIS/Cofins, mas o setor de serviço trabalhou contra a proposta e impediu seu avanço.
 
Fonte: Fenacon (http://bit.ly/2oJ56qt)
Imagem: http://www.sescapldr.com.br

 

Por em às 08:00:00