Governo propõe mudanças na Reforma do Imposto de Renda

Governo propõe mudanças na Reforma do Imposto de Renda

O fim dos subsídios à empresas reduziria o imposto de renda da PJ em 10%

O ministro da Economia, Paulo Guedes, propõe que mudanças sejam realizadas na proposta da reforma no IR (Imposto de Renda). Para o ministro, se houver uma redução no apoio monetário dado a alguns setores, será possível realizar um corte mais amplo no IR de pessoas jurídicas, alcançando uma redução de 10 pontos percentuais.

Dentro da proposta de reforma do Imposto de Renda enviada ao Congresso no final de junho, o governo propôs uma redução da alíquota do IR das empresas, recuando de 15% para 10%. Também haverá um escalonamento de 2,5 pontos percentuais no primeiro ano e mais 2,5 pontos no segundo ano.

De acordo com Guedes, há a possibilidade de redução de 10% no IR de pessoas jurídicas, desde que os subsídios que são dados para algumas das poucas empresas beneficiadas sejam eliminados. Ele também afirmou que o corte de 2,5 pontos percentuais no IR das empresas para 2022 é muito pouco. 

Durante a fala, o ministro disse que, no caso da proposta aumentar a tributação, o mesmo será compensado e que a intenção é manter a neutralidade da reforma, não o de aumentar a arrecadação.

Só que parte do Congresso e os empresários não estão nada satisfeitos com a proposta da Reforma Tributária enviada por Guedes na semana passada. Agora é esperar a aprovação, ou não, das adições propostas pelo ministério da economia. 

Saiba mais: Fenacon (https://bit.ly/36juV2I)

Imagem: FDR

Próximo postRead more articles