Micro e pequenas empresas foram as que mais geraram empregos nos últimos sete meses

Micro e pequenas empresas foram as que mais geraram empregos nos últimos sete meses

O relatório do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) apontou que, dos 260.353 empregos formais registrados no mês de janeiro de 2021, 195,6 mil foram criados pelas micro e pequenas empresas. O número corresponde a cerca de 75% de todas as vagas criadas.

O resultado é quase o dobro do número de novas vagas geradas pelas MPEs no mesmo mês de 2020.

Já é o sétimo mês seguido em que as MPEs lideram o ranking de criação de vagas. As informações do relatório do SEBRAE tiveram como base o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

No saldo de geração de empregos, as médias e grandes empresas (MGE) também registraram saldo positivo, foram 41.604 novos empregos criados. O número corresponde a 15,9% do total de vagas de carteira assinada geradas no país durante todo o mês de janeiro deste ano.

O saldo total de empregos criados pelas pequenas empresas nos últimos seis meses foi de 1,1 milhão, enquanto que os médios e grandes negócios criaram 385,5 mil novos postos de trabalho.

Geração de emprego nas regiões do país em janeiro

A Região Centro-Oeste foi campeã na geração de postos de trabalho. O saldo, no fim de janeiro, foi de 17,26 novas vagas geradas a cada mil empregados, fechando um total de 55.795 novos empregos. 

A Região Sul garantiu a vice-liderança com 14,24 novos postos por mil empregados, totalizando 55.795 empregos com carteira assinada.

O Nordeste vem logo em seguida com 11,68 empregos a cada mil empregados. O saldo total é de 36.037 empregos.

O Norte teve como saldo 7,73 empregos por mil empregados, totalizando 6.656 empregos.

Já a Região Sudeste gerou 67.957 empregos, um saldo de 7,09 a cada mil empregados.

Fonte: Portal Contábeis (http://bit.ly/312NEgw)

Imagem: Diário da Manhã

Próximo postRead more articles