Projeto de lei quer dar vantagens às micro e pequenas empresas

Elas são as principais geradoras de riquezas do país e já respondem por 53,4% do PIB deste setor

O Projeto de Lei 4426/16, em análise na Câmara, quer garantir às micro e pequenas empresas (MPEs) que a contribuição previdenciária seja sobre o faturamento bruto, e não sobre a folha de pagamento, como é feito atualmente.

Elas são as principais geradoras de riquezas do país e já respondem por 53,4% do PIB deste setor. Ter o projeto de lei aprovado é fundamental para o crescimento das micro e pequenas empresas nesse momento de crise.

Representando 22,5% do PIB industrial, elas se aproximam da média das empresas maiores, que é de 24,5%. Um terço da produção nacional têm como origem os pequenos negócios.

As micro e pequenas empresas são responsáveis ainda por 60% dos 94 milhões de empregos no país e constituem 99% dos 6 milhões de estabelecimentos formais existentes. A maior dificuldade para as MPEs atualmente é a alta carga tributária e o projeto de lei vem justamente para diminuir isso.

 

Fonte original: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/

Próximo postRead more articles