Sucesso entre os brasileiros, o PIX ainda precisa alcançar os comerciantes

Sucesso entre os brasileiros, o PIX ainda precisa alcançar os comerciantes

38% dos bares e restaurantes no Brasil ainda nem se cadastraram no sistema

O sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central, o PIX, tem feito bastante sucesso entre os brasileiros. Usado para transferir valores entre instituições bancárias, sem pagamento de taxas, 24 horas por dia, 7 dias por semana, o sistema ainda não deslanchou em outro lugar que deveria: o comércio.

São poucos os estabelecimentos que oferecem a opção de QR Code para que os clientes possam pagar suas compras. Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), 38% dos bares e restaurantes no Brasil nem se cadastraram no PIX. O Banco Central confirmou esse dado.

Embora a adesão das empresas tenha sido baixa, o número de transações em novembro alcançou 1 milhão. Durante o mesmo período, os usuários realizaram 24 milhões de transações, dessas, R$ 1,3 milhões foram gastos em compras e R$ 11,4 milhões em transferências para outros usuários. 

A Brasil Price Gestão Contábil foi pioneira no Tocantins ao oferecer aos seus clientes o QR CODE a partir de um totem  no caixa para dar ao cliente mais uma opção de pagamento. Os empresários também recebem orientações quanto à segurança e praticidade do Pix.

Porque as empresas não têm aderido?

Segundo especialistas, os empresários não têm buscado o Pix por falta de informação. A demora e a dificuldade que os bancos têm imposto sobre fornecer claramente os custos das transações tem afastado aqueles que pretendem aderir ao sistema de pagamentos facilitado.

Para 43% dos entrevistados em uma pesquisa da Abrasel, há dificuldade em integrar o Pix ao negócio; 42% não acham atrativas as taxas cobradas pelos bancos; e 28% sentem medo de fraudes e golpes. Os entrevistados puderam marcar mais de uma opção, por isso as porcentagens ultrapassam os 100%.

Uma adesão massiva levará tempo

De acordo com o Banco Central, a adesão ao Pix está crescendo diariamente e de forma gradual, mas ainda é cedo para cobrar uma integração massiva do comércio ao sistema. 

Boa parte do varejo precisa se integrar para geração dos QR Codes que possibilitam os pagamentos, isso leva tempo. 

Uma das causas da adesão tardia é a espera dos comerciantes pela proposta mais atraente dos bancos, a competitividade entre as instituições financeiras é bem atrativa para os empresários.

Fonte de consulta: Portal Contábeis (https://bit.ly/2MePFTb)

Imagem: Blog do Vestibular

Próximo postRead more articles