Reforma tributária é necessária para impulsionar economia
Reforma tributária é necessária para impulsionar economia

Reforma tributária é necessária para impulsionar economia

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR), em pronunciamento nesta quinta-feira (16) de setembro, disse que o Brasil precisa de reformas estruturantes para alavancar a economia — e que precisa, principalmente, de uma reforma tributária. Segundo Dias, isso é imprescindível para que o país se aproxime de sistemas mais avançados adotados em outros países.

Dias afirmou que “o Senado vem se debruçando sobre uma proposta de reforma tributária modernizadora, simplificadora, que certamente levaria a economia nacional ao crescimento”.

A reforma abrangente precisa que os senadores deem prioridade à reforma tributária da PEC 110, que não tem nada a ver com a alteração do imposto de renda. Essa PEC traz a unificação de 9 tributos e acaba com as diferenças de legislação tributária entre as 27 unidades federadas e os 5600 municípios. Além disso, traz a automação do processo de apuração e pagamento dos tributos sobre o consumo, o novo IBS, pago a cada venda, de forma automática pelo método Abuhab. O IBS substituiria o ICMS estadual e o ISSQN municipal. 

As premissas da reforma garantem pontos importantes: não aumento de carga tributária, tampouco perda de arrecadação para cada ente federado. Também garante a simplificação, racionalização, e redução da desigualdade, onde hoje o pobre chega a pagar 52% de tributos sobre tudo que consome. Enquanto as classes mais altas pagam bem menos. 

Outro problema a resolver são as inúmeras regras de benefícios fiscais concedidos sobre produtos. Elas causam distorções levando benefício até para quem não precisa (ex: isenção de livros, veículos, alimentos etc). Outra melhoria é acabar com o inferno que são DIFAL, substituição tributária, regimes monofásicos, etc. 

Fique ligado que trazemos sempre as novidades por aqui, para sua empresa ficar sempre preparada para essas mudanças.

Próximo postRead more articles